"Confira aqui as novidades e tire todas suas dúvidas sobre genética."

Simental Corte | Leite

A raça Simental é considerada uma das raças taurinas mais antigas do mundo. Originária da Suíça, os primeiros animais se estabeleceram no Vale do Rio Simen, de onde a raça herdou o nome Simental. Em 1888 os diversos sindicatos de criadores se reuniram criando a Federação Suíça dos Criadores da Raça Simental. A criação desta entidade foi importante uma vez que possibilitou a exportação de animais registrados para outros países da Europa. No Brasil O Simental entrou no Brasil no ano de 1905 através de uma importação feita pelo governo do Estado de São Paulo. Com o auxílio dos técnicos franceses e belgas, o Simental começou a entrar no Brasil. Importante ressaltar os trabalhos realizados por dois Veterinários belgas, o Dr. Hector Raquet e Dr. Louis Mission que, além de escolherem os animais das primeiras importações para o Brasil, também auxiliaram na construção dos primeiros Postos Zootécnicos da Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo, conforme sonhava o então secretário Dr. Carlos Botelho.
O Simental é uma raça especializada tanto na produção de leite quanto na produção de carne. No Brasil, os touros Simental são cruzados com Girolando ou Holandês, visando a melhoria á produção leiteira. Quanto à produção carne, além dos animais puros, uma prática muito adotada pelos criadores é o conhecido cruzamento industrial. Os touros Simental são colocados na vacada Nelore visando aliar o ganho de peso do gado taurino à rusticidade do Nelore. Dentre as características mais marcantes desta raça podem-se destacar a precocidade sexual das fêmeas e dos machos. As fêmeas podem estar aptas a serem cobertas a partir do 15° mês, dependendo da condição corporal. Os machos, por sua vez, podem ser utilizados para cobertura a campo a partir dos 18 meses de idade, cobrindo um número controlado de fêmeas. Outras vantagens atestadas pelos criadores desta raça são a habilidade materna da vaca Simental – no rebanho nacional há, inclusive, linhagens especializadas para esta característica – e o rendimento de carcaça – acima de 60% nos animais puros e em torno de 54% em animais cruzados. O Simental é uma raça que se espalhou para vários países do mundo. Prova disso são as linhagens existentes em países como a Suíça, os Estados Unidos e a Alemanha. No Brasil, segundo a Associação Brasileira dos Criadores da Raça Simental, o rebanho é formado por mais de 400.000 animais, contando os animais puros e os mestiços (dados de 2002). A liderança do gado Simental está no Estado do Paraná, seguido por São Paulo e Mato Grosso do Sul.
O registro genealógico da raça Simental foi introduzido no ano de 1962. A princípio sob responsabilidade do Ministério da Agricultura, posteriormente ficando a cargo da associação dos criadores. A raça Simental possui pelagem amarelada ou vermelha, com manchas brancas características. A cabeça, o ventre, as patas e a vassoura da cauda são de cor branca. O corpo pode apresentar uma variação de manchas brancas, principalmente nas espáduas e nos flancos. É importante, no entanto, para o padrão da raça, que as manchas brancas sejam contínuas e não fragmentadas em várias manchas pequenas. A pele do Simental é ligeiramente pigmentada e apresenta espessura média. O focinho é claro e os chifres são finos, de cor branca-amarelada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe este Post!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Wordpress Themes - Wordpress Video Themes - Wordpress Travel Themes - WordPress Restaurant Themes