"Confira aqui as novidades e tire todas suas dúvidas sobre genética."

Raça Bovina | Jersey

BOVINA

A raça bovina Jersey é originária da pequena Ilha de Jersey, situada no Canal da Mancha, entre a França e a Inglaterra. Na Ilha o gado vem sendo criado puro há muito tempo. No ano de 1763 foram criadas leis que proibiam a entrada na Ilha de qualquer animal vivo que pudesse transmitir doenças aos bovinos. Ainda nos dias atuais os animais que vão competir em exposições fora da Ilha não podem retornar à origem, devendo ser vendidos no local da exposição. A partir da criação do livro de registro (Jersey Herd Book), em 1866, foram estabelecidos os padrões para a raça. Isto permitiu à Associação dos Criadores incrementar a seleção em termos de rusticidade, precocidade, longevidade e produção leiteira e mantegueira. No Brasil a raça bovina Jersey foi introduzida em 1896 no Rio Grande do Sul pelo pecuarista e embaixador Joaquim de Assis Brasil, que conheceu e apaixonou-se pelo bovino Jersey em uma visita à Inglaterra. O primeiro Herd Book da raça bovina Jarsey no país foi o de “Pedras Altas” – nome da propriedade do pecuarista. Posteriormente, com o avanço do Jersey no Rio Grande do Sul, esta tarefa passou a ser executada pela Secretaria da Agricultura. No ano de 1954 os livros de registro foram transferidos para a Associação dos Criadores de bovinos Jersey do Brasil.

A raça bovina Jersey é conhecida por características como docilidade, rusticidade, precocidade e longevidade reprodutiva. A vaca Jersey é coberta pela 1ª vez ao redor de 15 meses, pesando em média 230 a 250, tendo a primeira cria com pouco mais de dois anos. O intervalo entre partos gira em torno de 13 meses. De estatura pequena – o peso de uma vaca Jersey varia de 350 a 450 Kg – a raça é capaz de produzir de 12 a 15 Kg de leite por dia em condições razoáveis de alimentação. Outra importante característica do bovino Jersey é a quantidade de gordura do leite, que fica em torno de 4,7%. Esta alta porcentagem de gordura permite um maior rendimento na fabricação de queijo. Atualmente, além de ser criado puro, o bovino Jersey também vem sendo cruzado com outras raças, principalmente o Holandês. O cruzamento visa obter bovinos com melhor performance reprodutiva, maior conversão alimentar e maior longevidade reprodutiva, dentre outros benefícios.

A raça bovina Jersey se caracteriza principalmente pela pelagem variando do cinza claro ao cinza escuro e do amarelo claro ao amarelo escuro. Os pêlos são curtos e finos. A pele é fina e pigmentada. A cabeça é de tamanho mediano, curta, triangular e proporcional à idade. Os olhos são escuros e vivos. As orelhas são proporcionais, levemente inclinadas para frente e para cima quando em estado de alerta. Nas fêmeas a altura varia de 1,15 a 1,30m na cernelha, com peso variando de 300 a 500 Kg. Os machos, por sua vez, são um pouco maiores, medindo de 1,25 a 1,40m, pesando em média 450 a 700 Kg. Nas fêmeas Jersey, segundo os padrões estabelecidos para a raça bovina, o úbere deve ter profundidade mediana (distância entre o piso do úbere e jarretes), ser bem desenvolvido e ter boa sustentação. Os tetos devem ser nivelados, simétricos e aprumados, de tamanho mediano e forma cilíndrica, bem centralizado nos quartos.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe este Post!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Wordpress Themes - Wordpress Video Themes - Wordpress Travel Themes - WordPress Restaurant Themes