"Confira aqui as novidades e tire todas suas dúvidas sobre genética."

Bovinos | Curiosidades

BOVINOS

Acredita-se que os bovinos tenham sido domesticados em 5.000 ou 6.000 antes de cristo, e são descendentes do gauro primitivo e de uma espécie já extinta chamada auroque.

Os bovinos de grandes dimensões eram conhecidos como auroques, chegando a medir em torno de 2 metros e pesar 900kg. Habitavam quase toda a Europa e norte da Ásia, sua extinsão foi em 1.627.

O gauro é uma espécie de bovino selvagem muito comum no Sul da Ásia e no Sudeste Asiático. O país com o maior rebanho de gauros é a Índia.

As raças mais famosas de bovinos no Brasil são: Nelore, Angus, Caracu, Jersey, Simental, entre outras.

Atualmente, o rebanho bovino mundial contém atualmente 1 bilhão de animais.

O país com o maior número de bovinos no mundo é a Índia, com 320 milhões de cabeça de gado. Em segundo colocado vem o Brasil, com 215 milhões.

Estima-se que no Brasil há 211 milhões de bovinos. Isso quer dizer que à mais bovinos do que pessoas no país.

Os uruguaios e os argentinos são os maiores consumidores de carne bovina do mundo. O maior exportador de carne bovina global é o Brasil.

O estado que mais consome carne no Brasil é o Rio Grane do Sul. Cada gaúcho come em média 10kg a mais que o restante dos brasileiros.

Os tipos de carnes mais consumidas pelos brasileiros são: fraldinha, costela, picanha, maminha, contra-filá, alcatra e filé-mignon.

A carne mais cara do mundo vêm do gado Wagyu, do Japão. Apenas um quilo dessa carne macia pode sair até 2 mil reais. No Brasil ela chega a custar R$ 450.00 o quilo.

A vitela é o tipo de carne chamada de baby beef. Os bezerros são criados durante 3 meses em espaços confinados para evitar a atividade muscular e tornar a carne mais macia.

No geral, os bezerros nascidos no Brasil são amamentados e vacinados durante sete meses. Após esse período, ele se alimenta de pasto por dois anos e meio. Quando está mais gordo, é confinado durante três meses para não perder peso. Se estiver com a saúde boa, vai para o abate.

Os bovinos são examinados constantemente, mesmo depois do abate. Os doentes graves são abatidos separadamente e incinerados. Se a doença não for grave, o animal é morto para ser utilizado em fábricas de pneus, pincéis, detergentes, cordas, velas, etc.

O abate dos bovinos é feito com uma pistola de pressão. Assim que desmaia, o animal recebe um corte na jugular e sua morte total dura até três minutos.

Praticamente tudo no bovino é aproveitado. As tripas, por exemplo, são utilizadas na fabricação de fios cirúrgicos e capas de salsicha. O casco e os chifres viram lubrificantes e pó para extintor de incêndio. O couro é utilizado na fabrição de móveis, gelatinas e cápsulas farmacêuticas. Até os cãlculos biliares são usados pela indústria. Eles servem para fazer pérolas artificiais. Por último, temos o sangue, que é utilizado para a fabricação de ração para cães.

O Brasil é um grande criador de búfalos, 700 mil são criadores na região Norte. O maior estado produtor é o Pará.

Alguns especialistas acreditam que grande parte do aquecimento global venha dos gases soltos pelos bovinos e vacas.

Animais malhados como bois e vacas são raros na natureza. Já que eles são frutos de um melhoramento genético, utilizando a inseminação artificial. Na natureza, os bovinos malhados tem maior dificuldade de se camuflar e acabam sendo vítimas de predadores.

Os três maiores mundiais de leite são: Índia, Estados Unidos, Rússia, Brasil e China.

Ao contrário do que muita gente imagina, a vaca não dá leite apenas quando amamente. O seu período de lactação começa na época do nascimento da cria, mas continua mesmo depois dos demasme, quando estimulada pela ordenha mecânica e manual.

O leite de búfala é mais branco e nutritivo do que o de vaca. A verdadeira Muzzarela italiana é feita com esse tipo de leite.

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe este Post!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Wordpress Themes - Wordpress Video Themes - Wordpress Travel Themes - WordPress Restaurant Themes